Araruama

Descrição Geral – A economia de Araruama gira principalmente em torno do turismo devido às suas belas praias e lagunas. Outros setores que fortalecem a economia de Araruama são a pesca e a agricultura. A extração de sal, que já foi importante para o município, hoje é bastante incipiente. A mineração de conchas na lagoa foi suspensa na década de 1990/2000.

Geologia – Em Araruama, predominam feições de relevo de baixa altitude como planícies fluviais e flúvio-marinhas, além de colinas suaves e isoladas nas planícies. As rochas mais antigas do município possuem cerca de 2 bilhões de anos e são metamórficas. Também ocorrem rochas ígneas, com idade aproximada de 130 milhões de anos, formadas pela cristalização do magma (rocha fundida) durante a quebra do paleocontinente Gondwana e registram a abertura do oceano Atlântico.


PRINCIPAIS GEOSSÍTIOS:

N°4: ESTROMATÓLITOS E ESTEIRAS MICROBIANAS DA LAGOA VERMELHA
Localização: 22°55’31.53″ S; 42°22’26.42″ O
Descrição: Esta lagoa abrange porções do território dos municípios de Saquarema e Araruama. Os dois locais estão sinalizados com painéis do Projeto Caminhos Geológicos. A Lagoa Vermelha é hipersalina e possui como característica especial a formação de dolomita estratificada por ação microbiana, estromatólitos holocênicos e esteiras microbianas no seu leito e nos tanques das salinas existentes em suas margens. Segundo Vasconcelos (1994), a formação destes estromatólitos se dá por precipitação “in situ”, pelo acúmulo de camadas sucessivas de dolomitas por ação microbiana, sendo a Lagoa Vermelha um exemplo clássico mundial (http://www.caminhosgeologicos.rj.gov.br). A descoberta deste processo na Lagoa Vermelha tem atraído a atenção de cientistas estrangeiros e a transformou em um laboratório natural para pesquisa. A importância deste sítio relaciona-se, principalmente, ao entendimento da evolução da vida na Terra, assim como pela presença de dolomita, uma vez que a origem deste mineral tem sido objeto de discussões científicas nos últimos 200 anos, desde a sua descoberta (Mckenzie & Vasconcelos 2009). Este ambiente é também considerado análogo ao de formação das camadas do denominado Pré-sal. Na Salina Carvalho, além das esteiras microbianas, pode-se apreciar a técnica da retirada do sal e a arquitetura (os barracões são centenários) e paisagem típica com cata-ventos. Relatos do século 16 já mencionavam a extração de sal na região pelos índios, mas a primeira salina foi implantada somente em 1823 (http://www.lagossaojoao.org.br/la-usos.htm).


PRINCIPAIS SÍTIOS DE INTERESSE HISTÓRICO-CULTURAL NA ÁREA DO GEOPARQUE:

N° 4: MUSEU DE ARQUEOLOGIA DE ARARUAMA
Localização: 22º48’8.86” S; 42º24’55.16” O (Rodovia ViaLagos, 2 km após o pedágio, sentido Rio de Janeiro para Araruama)
Descrição: O museu foi criado para resgatar a cultura relacionada aos cerca de 20 sítios arqueológicos cadastrados no município, com especial destaque à cultura tupinambá. Seu acervo é composto por urnas funerárias, louças, peças cerâmicas e utensílios diversos (http://www.casadaciencia.ufrj.br/Publicacoes/guia/files/guiacentrosciencia2009.pdf). O prédio do museu é datado de 1862 e tombado pelo INEPAC.

N° 5: CAMINHOS DE DARWIN
Localização: 22º53’8.75” S; 42º22’14.96” O (em Ponte dos Leites)
Descrição: No local há uma placa de estrada indicando a entrada para a antiga estação ferroviária, onde foi implantado o marco comemorativo da passagem de Charles Darwin, onde consta um trecho do diário de Charles Darwin sobre Araruama, por onde passou no dia 9 de abril de 1832 — “[…] Enfim adentramos a floresta. As árvores eram muito altas e o que havia de notável nelas era a brancura de seus troncos, o que as tornava muito impressionantes à distância. Vejo em meu caderno: “maravilhosos parasitas florescentes”. […] Na estrada passamos por grandes extensões de pastagem, muitas delas marcadas por imensos ninhos de formigas com cerca de 12 pés [3,7 m] de altura e forma cônica. […] Chegamos a Ingetado quando já estava escuro, após dez horas no lombo dos cavalos.”. Também chama a atenção o prédio da estação ferroviária, construído para auxiliar no escoamento da produção de sal.

Deixe seu comentário: