GeoDia – 24/06/19

1 Comentário

GEODIA NA PRAIA DE JACONÉ, MARICÁ!

Em 24 de junho de 2019, segunda-feira, trilhamos um dos caminhos que Darwin percorreu no Brasil, onde descreveu os beachrocks ou praianitos (rochas de praia), na Praia de Jaconé, no município de Maricá.

O evento teve início às 13h, onde os presentes partiram rumo a uma caminhada à beira-mar, enquanto se discutia a formação geológica daqueles tipos de rocha que datam de aproximadamente 8 mil anos! Logo após, fizemos uma caminhada até o costão, onde observamos rochas metamórficas datadas em cerca de 2 bilhões de anos!

Posteriormente, um grupo realizou a segunda parte do trajeto, em Ponta Negra, que foi dificultada porque havia interdição da ponte que dá acesso ao local. Assim, encerramos o terceiro GeoDia realizado pela equipe do projeto Geoparque Costões e Lagunas do RJ!

Contamos com a presença de 85 participantes, dentre eles alunos do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia Fluminense – Campus Avançado Maricá, universitários (UFRJ, UERJ, UFF e PUC), professores, moradores locais, turistas e amantes da natureza.

É parte de nosso propósito transmitir o conhecimento geocientífico sobre locais relevantes para a sociedade, buscando a Geoconservação dos geossítios pela educação e geoturismo.

O evento foi um grande sucesso e contou, inclusive, com a presença ilustre de um “Jovem Darwin”: uma caricatura do célebre naturalista plotada em PVC, com 1,70 m de altura.

Agradecemos a presença de todos os participantes, da equipe envolvida na organização do evento e das instituições que nos deram apoio: UFRJ (Pró-reitora de Extensão, Departamento de Geologia, Museu da Geodiversidade, LAGESED, Projeto Gondwana e Casa da Ciência), UERJ (Faculdade de Geologia, Laboratório de Estudos Tectônicos, Faculdade de Formação de Professores) e APALMA (Associação de Preservação Ambiental das Lagunas de Maricá).

Esperamos vocês na próxima edição em agosto! Aguardem maiores informações!

CLIPPING:

GALERIA DE FOTOS:


CONVITE
GEODIA EM JACONÉ, MARICÁ!

GeoDia é o nome que atribuímos a uma atividade para compartilhar conhecimentos sobre Geociências em sítios com relevância científica, educativa, turística ou outra.

Nela, estudantes, professores, ambientalistas, moradores, empresários ou mesmo visitantes presentes nos locais, realizam caminhadas guiadas por áreas naturais, onde podemos entender e observar a dinâmica de sistemas relativos ao meio abiótico em nosso planeta, a Geodiversidade.

A intenção é que possamos reconhecer a importância das rochas, solos, paisagens e processos da Terra e de como nós, seus habitantes, podemos contribuir para a proteção e conservação das maravilhas que existem ao nosso redor.

No próximo dia 24 de junho (segunda-feira), a equipe do Projeto Geoparque Costões e Lagunas do RJ irá se reunir, às 13h, para realizar uma caminhada na Praia de Jaconé, compartilhando informações sobre o nível relativo do mar, a formação de beachrocks (rochas de praia ou praianitos) há cerca de oito mil anos, os relatos de Charles Darwin em sua passagem pelo local em 9 de Abril de 1832, além de discutir a presença de fragmentos destas rochas sedimentares no Sambaqui da Beirada e Sambaqui do Moa, em Saquarema.

Depois, faremos uma caminhada até o costão, onde observaremos rochas metamórficas datadas em cerca de 2 bilhões de anos!

A segunda parte do evento ocorrerá às 15:30, na beira do canal do costão em Ponta Negra, onde conversaremos sobre rochas metamórficas de 500 milhões de anos, rochas subvulcânicas de 130 milhões de anos e a evolução da Lagoa de Maricá nos últimos 120 mil anos.

A atividade é gratuita e um incentivo para a consciência da população acerca da história do nosso planeta. Emitiremos certificado para os participantes.

Segundo a UNESCO, Geoparques são áreas geográficas, onde sítios e paisagens com grande relevância geológica de nível internacional são geridos dentro de uma visão holística de proteção, educação e desenvolvimento sustentável. O Projeto Geoparque Costões e Lagunas é uma das diversas iniciativas brasileiras para implantação de geoparques. Atualmente, o Brasil só conta com um geoparque chancelado pela UNESCO, o Geopark Araripe, no Ceará. Nossa intenção é conseguir esta chancela para ser um Geoparque Global da UNESCO. Nosso projeto abrange 16 municípios litorâneos desde Maricá até São Francisco de Itabapoana.

A equipe que acompanhará as atividades é formada por professores, pesquisadores, alunos de graduação e pós-graduação da UFRJ e UERJ. Quer participar conosco? A ficha de inscrição para as atividades está disponível abaixo!

Destacamos que as caminhadas são em áreas naturais, por isso, é importante utilizar roupas confortáveis, calçados adequados (como tênis ou botas de caminhada), protetor solar, chapéu ou boné. Levar água e alimentos também é recomendado.

Faça download do release completo do evento para maiores informações sobre os locais das atividades! Esperamos vocês!

Deixe seu comentário:

Um pensamento em “GeoDia – 24/06/19”

%d blogueiros gostam disto: