Iguaba Grande

PRINCIPAL GEOSSÍTIO:

SERRA DA SAPIATIBA E SAPIATIBA MIRIM
Localização: 22°50’45.47″ S; 42°11’59.71″ O (O acesso se faz pela Rodovia Amaral Peixoto entre Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia, na altura da Ponta da Farinha)
Descrição: Foi implantado neste local um painel do Projeto Caminhos Geológicos. As rochas da Serra de Sapiatiba e Sapiatiba Mirim são paraderivadas e sua origem está no metamorfismo de sedimentos marinhos lamosos acumulados no mar existente antes da amalgamação do Gondwana. Esta bacia sedimentar oceânica certamente durou até 600 milhões de anos atrás. Foi denominada de Bacia Búzios-Palmital e compreende as rochas da região de Búzios e das serras da Sapiatiba, Mato Grosso e Palmital.

UM SOLO QUE FEZ HISTÓRIA – PONTO PRJ-19
Localização: 22°49’38.06″ S; 42°13’24.37″ O
Descrição: Muitas vezes não nos damos conta da importância dos solos para nossas vidas. É sobre ele que vivemos, sendo o substrato da agricultura que nos alimenta e dos biomas terrestres. Existe muita vida no interior do solo que, ainda, retém água para as plantas e para abastecer os aquíferos. É comum ouvirmos a comparação: “solo é a pele da Terra”. Solos se formam a partir da alteração das rochas, o intemperismo. Esse processo é resultado do desequilíbrio físico ou químico gerado quando uma rocha, na superfície da Terra, fica exposta a condições diferentes daquelas em que se formou. Um exemplo de desequilíbrio químico pode ser dado pela formação da famosa “Terra Roxa” da Bacia do Paraná. Esse solo é formado pela alteração do basalto, rocha vulcânica que se cristaliza em temperatura superior a 1.000°C e que, quando alcança a superfície, altera-se, em especial pela ação da água, gerando este rico solo para a agricultura. Quando os minerais da rocha entram em contato com a água, considerada um solvente universal, reações químicas podem modificá-los. A água pode dissolver e carregar elementos químicos dos minerais, num processo muito semelhante ao que ocorre quando coamos café. Ela também pode hidratar os minerais com os quais esteve em contato. Gelo, degelo e raízes de plantas podem quebrar a rocha em pedaços bem pequenos. O ácido húmico das plantas também pode causar alteração nos minerais. Rochas diferentes geram solos diferentes. Climas úmido ou seco, desértico ou gelado também produzem solos diferenciados porque os processos químicos, físicos e biológicos envolvidos geram produtos variados. Outros fatores importantes são declividade do terreno, organismos presentes e tempo de atuação do intemperismo. O solo de Iguaba Grande é tão especial por ser um patrimônio da ciência de solos no Brasil. Pedologia é a ciência que estuda os solos. Em 1978, o ponto PRJ-19, localizado próximo à saída da Via Lagos em Iguaba Grande, foi descrito durante a Primeira Reunião de Classificação, Correlação e Interpretação de Aptidão Agrícola de Solos (I RCC). Essa reunião pioneira foi seguida de um trabalho de campo que descreveu e deu origem ao Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. Portanto, este solo é um padrão brasileiro para um tipo de solo que recebe o nome de Planossolo Háplico. Do topo para a base, podemos observar no perfil de solo letras que representam os seus diferentes horizontes, facilmente reconhecidos por suas cores variadas: A – Horizonte composto por matéria orgânica (húmus) e inorgânica (proveniente do intemperismo dos minerais das rochas); E – Horizonte de cores claras, de onde finos minerais e elementos químicos foram carregados pelas águas que se infiltram; B – Horizonte onde se acumula material proveniente dos horizontes superiores; C – Horizonte constituído por material rochoso já bastante alterado, mas que ainda mantém feições da rocha original. Compare com um clássico e completo perfil de solo e verá que este é um local muito didático para práticas de aulas. Nosso projeto de Geoparque possui outros 6 tipos de solos em sítios de importância para a pedologia brasileira, porque foram descritos na mesma RCC. Temos um rico patrimônio pedológico para conservar e divulgar. Neste local foi implantado um painel do Projeto Caminhos Geológicos que, no entanto, foi retirado por desconhecidos.

Deixe seu comentário: